MST bloqueia BR-277 e incendeia caminhões no Paraná

Mariana Ohde


Ceca de 200 manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) interditaram totalmente a BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu, na altura do quilômetro 706 na manhã desta quarta-feira (18) por cerca de duas horas. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), eles protestam contra uma ação de reintegração de posse da Fazenda Santa Maria – cerca de 500 policiais militares tentaram cumprir a ordem de reintegração de posse hoje. Cerca de 4,5 mil pessoas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra ocupam a fazenda desde o dia 18 de março, para denunciar o desvio de recursos públicos e reivindicar à área para a reforma agrária.

Uma equipe da PRF foi deslocada para o local para orientar os motoristas. A manifestação começou por volta das 6h45. Além de pneus, dois caminhões que seriam do próprio MST foram incendiados durante a manifestação.

Também houve registros, segundo a PRF, de um bloqueio no Trevo de Quedas do Iguaçu, na BR-277, quilômetro 476, no município de Nova Laranjeiras. Este segundo bloqueio, segundo a polícia, também teria sido realizado por integrantes do MST.

Proibição

A manifestação ocorre alguns dias após o Poder Judiciário do Estado do Paraná fixar multa de R$ 250 mil por hora para quem bloquear rodovias estaduais. A penalidade foi fixada a partir de uma limitar deferida em ação protocolada pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) e tem como finalidade garantir que novos protestos não impeçam a passagem dos veículos das indústrias.

A liminar é extensiva a membros de movimentos sociais, simpatizantes ou pessoas que possam “impedir, obstaculizar ou dificultar a passagem” de caminhões e carros que estejam trafegando por conta e ordem de indústrias associadas a sindicatos filiados à Fiep nas rodovias estaduais do Paraná.

 

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal