A Polícia Federal  (PF) deflagrou a Operação Carne Fraca, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa liderada por fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio.

> Fraude em frigoríficos preocupa cadeia produtora e pode afetar exportações

A operação detectou, em quase dois anos de investigação, que as Superintendências Regionais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) no Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam diretamente para proteger grupos empresariais em detrimento do interesse público.

Os frigoríficos são acusados de cometer irregularidades como re-embalar carnes vencidas e adicionar produtos cancerígenos para melhorar o cheiro e aparência de carnes podres, entre outras irregularidades.