Toma posse o novo Ministro da Saúde Nelson Teich; Bolsonaro agradece Mandetta

Ana Cláudia Freire e Mirian Villa

toma posse novo ministro da saúde Nelson Teich

Toma posse na manhã desta sexta-feira (17) o novo Ministro da Saúde, Nelson Teich.

No discurso o novo ministro Nelson Tecich alerta para o fato de não haver necessidade de pânico na sociedade, por conta da doença. O novo ministro não tocou no assunto do isolamento social, motivos da discordância entre Bolsonaro e Mandetta.  Teich afirmou que o “importante são as pessoas”, durante o seu discurso e disse que vai trabalhar alinhado com toda a equipe do ministério e o presidente.

A solenidade foi transmitida ao vivo pelo site do Ministério da Saúde.

O presidente Jair Bolsonaro começou seu discurso agradecendo o trabalhando do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, demitido na tarde desta quinta-feira (16), mas explicou que a demissão se deve ao fato do ex-ministro estar focado apenas na saúde e que sua obrigação como presidente é olhar para os outros setores da sociedade, como a economia.

Bolsonaro voltou a defender a liberação do comércio como forma de conter um problema maior para a economia do país e disse que se for preciso, vai pagar o preço por um possível aumento da doença.

VEJA COMO FOI A DESPEDIDA DE MANDETTA E A POSSE DE TEICH

NOVO MINISTRO ESTÁ TOTALMENTE ALINHADO COM O PRESIDENTE BOLSONARO

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, disse na tarde desta quinta-feira (16) que está alinhado ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que não haverá nenhuma definição brusca sobre isolamento social.

“Não vai haver qualquer definição brusca ou radical do que vai acontecer”, disse o substituto de Luiz Henrique Mandetta, demitido pouco antes de Teich ser anunciado.
Em pronunciamento feito ao lado de Bolsonaro, o novo titular da Saúde disse que é preciso haver informação para a tomada de qualquer decisão.

“Tudo aqui vai ser tratado de uma forma técnica e científica”, disse ele, que afirmou estar em consonância com o presidente. “Existe um alinhamento completo entre mim e o presidente e o ministério.”

E, já na mesma toada de Bolsonaro, falou de saúde e economia. “Essas coisas não competem entre si. São completamente complementares”, disse Teich.
Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista - Chefe de Redação do Paraná Portal