O Futuro da Realidade Virtual em 2020

Conteúdo patrocinado

realidade virtual, educação, entretenimento

Pode parecer surpreendente, mas a verdade é que o conceito de realidade virtual já existe há quase dois séculos. Sim, você não leu errado! O que temos de conhecimento sobre essa tecnologia de grande potencial atualmente no mundo é que ela se tornou algo do presente, e não mais daquele futuro distante que víamos em tantos filmes de ficção científica nas telas de cinema.

É perceptível que a curiosidade humana sobre esse tema ainda novo para muitos no mundo digital é enorme. Recentemente, o site de notícias UOL publicou um vídeo em que mostra o novo iPhone 12, da Apple. Esse dispositivo agora conta com um sensor LiDAR. Esse sensor deixará a experiência de realidade aumentada ainda mais real aos usuários. E essa fuga da realidade, acompanhada do uso de acessórios que produzem todos esses efeitos sonoros e visuais somente vistos em filmes, é o que mais atrai o público em geral.

Um grande exemplo desses dispositivos são os óculos de realidade aumentada. Esses óculos que se tornaram tão famosos e até cobiçados por muitos que participam de feiras e eventos sobre o tema ajudam milhares de pessoas em seus negócios e no desenvolvimento de produtos que necessitam desse ambiente irreal criado a partir da computação gráfica. 

E vários são os setores que apostam na realidade virtual como o carro-chefe dos seus projetos e empreendimentos. Vários negócios usam muito a realidade virtual como os relacionados a design, jogos esportivos e cassinos online. Neste universo, com a ajuda da realidade virtual é bem mais fácil aprender como ganhar no caça níquel, por exemplo. Ou seja, a grande indústria do entretenimento que cresce a cada dia está diretamente associada à realidade virtual, com seus jogos e filmes. 

Realidade Virtual na Educação

O grande avanço das conexões e das plataformas digitais móveis nos permitiu mudar a forma como aprendemos nos dias de hoje, e não somente isso, mas também abriu portas para que a realidade virtual entrasse de vez no ambiente escolar. É claro que muitos professores, por exemplo, ainda se sentem inseguros e com certo receio de aderir a essa nova “onda virtual”. O fato é que o sistema de ensino a que temos acesso no Brasil está obsoleto e estagnado há décadas.

A educação é, de fato, um nicho muito propício a abraçar a realidade virtual. A tecnbologia já é uma realidade, por exemplo, na Pontífica Universidade Católica (PUC) de São Paulo. No exterior, a San Diego State University lançou uma iniciativa de Ensino e Aprendizagem Imersiva Virtual (VITaL) em 2017. Desde então, dezenas de membros do corpo docente testaram o uso de realidade aumentada, realidade mista e ferramentas de vídeo em 360 graus para uso em numerosas disciplinas.

Essa mudança de conceito e percepção não é feita de um dia para o outro, nem tampouco mediante algumas reuniões e treinamentos virtuais. Para que a realidade virtual deixe de ser um mero mito e passe, de fato, a ocupar um espaço de valor na vida de professores, pais e alunos, é fundamental que exista uma caminhada conjunta e contínua entre todos os membros envolvidos.

Sendo assim, vejamos aqui algumas vantagens de usar a realidade virtual para os estudantes de qualquer parte do mundo:

  • As aulas se tornam mais estimulantes para aprendizagem do conteúdo, já que o adolescente e o jovem amam tecnologias e novidades!
  • A oportunidade de estudar em uma escola internacional ou fazer um curso no exterior aumenta significativamente. Não existe mais a necessidade de se deslocar e os custos acabam sendo reduzidos, o que é algo positivo quando se trata de investir em educação.
  • Os alunos ganham mais autonomia e desenvolvem melhor a disciplina e a autorresponsabilidade. Eles se sentem mais capazes de tomar conta e organizar sua rotina de estudos. Dessa forma, tornando melhor a convivência entre o aluno e o professor e também com a família.

Realidade Virtual e Entretenimento

O mercado do entretenimento nunca teve tantas opções como depois da invenção da realidade virtual. As novas tecnologias sempre estiveram diretamente ligadas ao mundo dos jogos, da música, dos vídeos e da diversão, e a humanidade vem passando por um boom nos últimos anos referente a essa transformação que vemos. 

É também cada vdez maior o número de pessoas que assistem a shows ao vivo (os Live Concerts) de artistas consagrados no Brasil e mundialmente. As empresas de tecnologia conseguiram unir entretenimento com experiências inéditas e interativas que exploram a ideia da realidade virtual em seus shows virtuais. Plataformas como a Wave (empresa renomada no mercado e que também é influente no mundo dos games e dos serviços de streaming) se juntam a artistas e desenvolvem shows que vão ao ar antes das transmissões ao vivo.

E como é feito isso? Os artistas se transformam em avatares digitais, que são capazes de interagir com os fãs de maneira imersiva e bastante ativa durante a transmissão, através do Facebook ou do Youtube, por exemplo. Algo nunca antes imaginado se tornou uma realidade para os fãs de diversos cantores e bandas famosas.

 O que antes parecia estar num futuro distante, hoje é realidade, literalmente. E engana-se quem acha que somente alguns podem usufruir dessa tecnologia. De uma forma ou de outra, a realidade virtual fará parte da realidade de todos nós.

Previous ArticleNext Article