Circuito Fechado: operação investiga desvio de R$ 40 milhões no DNIT

Redação

A PF cumpre 53 mandados no Paraná, São Paulo, Goiás e Distrito Federal

A PF (Polícia Federal) deflagrou na manhã desta quinta-feira (3)  operação ‘Circuito Fechado’, que investiga desvio de $ 40 milhões no DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes). São cumpridos 53 mandados, entre prisão temporária e busca e apreensão, no Distrito Federal e mais três estados: Paraná, São Paulo e Goiás.

Entre os alvos estão funcionários públicos, empresários do ramo da tecnologia e empresas. São investigados três contratos do DNIT, entre 2012 e 2019, que representaram desvios de R$ 40.566.248,00.

OPERAÇÃO CIRCUITO FECHADO INVESTIGA CONTRATOS DO DNIT

Nesta manhã, cerca de 300 policiais cumprem nove mandados de prisão temporária e 44 mandados de busca e apreensão. Outros R$ 40 minhões foram bloqueados pela Justiça Federal das contas dos investigados, assim como, sequestro de 11 veículos e seis imóveis.

Não foi divulgado os municípios que os mandados são cumpridos no Paraná e nos outros estados. A ação é um desdobramento da operação ‘Gaveteiro’, que investiga contratos milionários de tecnologia e informática no governo.

Depois da coleta de provas em fevereiro de 2020, a PF constatou um esquema fraudulento que um grupo criminosa vendia ferramentas de tecnologia aos órgãos públicos por meio de licitações fraudadas.

Previous ArticleNext Article