Operação Recidiva: PF combate crimes contra a previdência em Londrina

Redação

Operação Recidiva INSS Londrina

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quarta-feira (12) um mandado de busca e apreensão, em Londrina, no norte do Paraná, contra um dos integrantes do grupo investigado na operação ‘Recidiva’. Nesta fase, foram realizadas análises do material apreendido, além de detectar indícios de que havia grande quantia de dinheiro ainda em poder dos investigados.

De acordo com a investigação, a espécie estava em locais preparados para a ocultação de dinheiro na casa de um dos alvos. Os valores ainda serão contabilizados e apreendidos e, em seguida, retornam aos cofres públicos, com o término do devido processo judicial.

OPERAÇÃO ‘RECIDIVA’ 

A operação ‘Recidiva’ foi deflagrada em abril de 2019 com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que realizava fraudes contra a Previdência Social em Londrina, na região norte do Paraná. Na época, o dano aos cofres públicos foi estimado em R$ 1,1 milhão. Já o prejuízo para o INSS foi avaliado em R$ 3,3 milhões.

O grupo oferecia atestados médicos falsos, que dispensavam a perícia do órgão. Além disso, as investigações comprovaram que as pessoas recebiam o benefício no mesmo período em que trabalhavam.

Divulgação/PF

DENÚNCIAS

Qualquer cidadão pode ajudar no combate às fraudes contra o INSS. Não há necessidade de se identificar. As Denúncias podem ser feitas à Polícia Federal, à Ouvidoria do INSS, por meio da central telefônica 135 ou pela página eletrônica ou ao MPF. As informações são mantidas em sigilo.

Previous ArticleNext Article