Polícia investiga caso de criança encontrada em acidente na BR-277

Narley Resende


Um bebê teria sido salvo pelos pais em um acidente que envolveu um caminhão-tanque carregado com combustível e outros 12 veículos na noite deste domingo (3) no quilômetro 33 da BR-277, em Morretes, Litoral do Paraná.

> Bombeiros encontram corpo de quarta vítima do acidente na BR-277

> Motorista de acidente na BR-277 deve responder por homicídio culposo

Segundo o inspetor Wilson Martinez, o bebê foi encontrado em um matagal ao lado de um dos carros que se envolveu no acidente. Testemunhas contaram aos policiais que a criança resgatada é filha do casal encontrado morto no carro. Segundo testemunhas, o pai da criança, com o corpo em chamas, jogou a filha para fora do automóvel para salvá-la.

Porém, os policiais não descartam a possibilidade de o bebê não ter relação com o acidente e trabalham com a versão que de ele teria sido abandonado no local antes do ocorrido. A hipótese é baseada no estado da criança, que foi encontrada praticamente sem lesões, o que indicaria que ela não foi ejetada de um veículo. “Esta criança estava próxima a um veículo onde três pessoas estavam totalmente carbonizadas. Entretanto, pessoas que se dizem parentes dessas vítimas não identificaram a criança como sendo deles. Então, fica a incógnita”, explica Wilson Martinez.

O bebê é uma menina, tem 40 dias de vida e foi levada para o Hospital Evangélico, em Curitiba. Segundo a comunicação do hospital, uma parente teria procurado pelo bebê. A mulher teria se identificado como tia da menina e disse ao hospital que é de Morretes.

Saiba mais sobre o acidente

Previous ArticleNext Article