Paraná obtém o maior crescimento do Brasil na nota do IDEB após investimento em tecnologia

Salto pode ser observado após a implementação de uma solução tecnológica para avaliar a performance nas salas de aula.

Redação - 02 de junho de 2022, 10:05

Foto: Divulgação/Seed
Foto: Divulgação/Seed

O Paraná obteve o maior crescimento do Brasil na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no Ensino Médio, saltando de sétimo para quarto lugar, e no Ensino Fundamental passando de sétimo para terceiro no ranking nacional. O salto pode ser observado após a implementação de uma solução tecnológica para avaliar a performance nas salas de aula, e assim, suprir as necessidades crescentes de mensuração de dados na Seed (Secretaria Estadual de Educação e do Esporte do Paraná).

O projeto implementado pela empresa Solo Network nasceu da missão que o Governo estadual do Paraná tinha, em 2019, de melhorar os indicadores de educação em relação ao ranking nacional. 

A reestruturação estadual focou em investimentos para a formação de professores, melhoria na infraestrutura de escolas, inversões em material didático e implantação de tecnologias em sala de aula. No entanto, o grande questionamento era sobre como poderiam se certificar de que essas melhorias estariam surtindo efeito e, de fato, aumentando a qualidade do ensino. Nesse sentido, o desafio era a quantidade de dados disponíveis: dezenas de milhares de indicativos estavam à disposição dos especialistas.

A necessidade resultou no lançamento de um edital pelo Governo do Paraná para fornecedores de tecnologia. A Solo Network aderiu à licitação e conquistou o projeto, que englobou o licenciamento do Microsoft Power BI, implementação e treinamento profissional.

Em linhas rápidas, as soluções propostas para compor o projeto e gerar os resultados das análises envolveram Inteligência Artificial, automação de chamadas, análise cognitiva de reação dos alunos durante as aulas, KPIs para professores e diretores e, por fim, parâmetros como o ENEM, ENADE e outros exames oficiais, para saber o quanto uma escola estava fora da linha aceitável. “Atualmente, a solução está sendo utilizada em todas as escolas estaduais do Paraná, e tem registrado crescimento expressivo de desempenho educacional”, afirma João Paulo Costa, Diretor Administrativo Financeiro da Solo Network.

“A instituição conseguiu obter informações valiosas que orientam o investimento financeiro do setor público na educação, por exemplo, em estrutura, formação de professores, orientação aos diretores, infraestrutura, reforma circular, entre outros”, conclui o executivo.