Paulo Cupertino é preso três anos após morte de ator de 'Chiquititas'

Suspeito de matar o ator e seus pais estava foragido desde o crime, ocorrido em 2019, e foi localizado em São Paulo, após denúncia anônima.

Redação - 17 de maio de 2022, 07:53

Foto: Allison Sales/FotoRua/Folhapress
Foto: Allison Sales/FotoRua/Folhapress

Paulo Cupertino Matias, suspeito de matar o ator Rafael Miguel, de Chiquititas, e seus pais, foi localizado e preso pela Polícia Civil de São Paulo nesta segunda-feira (16). Ele estava foragido desde o crime, que ocorreu em 9 de julho de 2019, e foi encontrado na capital paulista.

A ação policial foi realizada por integrantes do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), por meio da 6ª Delegacia Seccional, 98º Distrito Policial. Após o trabalho de investigação, os agentes encontraram o suspeito na região de Interlagos, zona sul da capital paulista, após uma denúncia anônima.

Nesta terça (17), Paulo Cupertino passará por uma audiência de custódia, na qual o juiz deverá expedir um mandado de prisão preventiva, para ele aguardar na prisão pelo julgamento.

"Fizemos um trabalho de investigação e ficamos alguns dias de campana no hotel em Interlagos onde estava escondido. Nesta tarde, conseguimos identificá-lo e o prendemos. Ele está negando o crime. Disse que é inocente", disse o delegado Wendel Luís Pinto Sousa Silva.

SUSPEITO ESTAVA FORAGIDO HÁ TRÊS ANOS E CHEGOU A MUDAR DE NOME, NO PARANÁ

Paulo Cupertino estava foragido há três anos e seu nome constava na lista de Difusão Vermelha da Interpol como um dos mais procurados. O crime, triplo homicídio qualificado, foi motivado por ele não aceitar o namoro de sua filha com o ator.

Durante os anos que ficou foragido, o suspeito falsificou o RG (carteira de identidade) em Jataizinho, na região Norte do Paraná. A cidade, que pode ter sido usada como fuga, tem pouco mais de 11 mil habitantes e fica a cerca de 25 quilômetros de Londrina.

No Paraná, o acusado de matar o ator Rafael Miguel e seus pais utilizou o nome 'Manoel Machado da Silva'.

ATOR E SEUS PAIS SÃO ASSASSINADOS EM SÃO PAULO

O ator Rafael Henrique Miguel, à época com 22 anos, e seus pais, João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50, foram mortos a tiros no dia 9 de junho de 2019, no bairro Pedreira, em São Paulo, quando iriam visitar a namorada do artista.

Segundo o boletim registrado pela polícia, o ator, acompanhado de seus pais, foram até a casa de sua namorada para conversar com o pai dela sobre o namoro.

Porém, quando as vítimas eram recepcionadas pela mãe e pela namorada de Rafael, o pai da garota, Paulo Cupertino, atirou contra as vítimas, que aguardavam no portão da casa. O ator e seus pais morreram no local.

Após os disparos, o suspeito fugiu e nunca mais foi visto. Dois amigos dele foram acusados de ajudar na fuga. Segundo à polícia, quase 300 endereços foram verificados para tentar encontrá-lo na época do homicídio triplo, mas sem sucesso.