Pequim registra variante britânica do coronavírus e decreta lockdown parcial

Folhapress


Dos sete novos casos de Covid-19 registrados em Pequim nesta quarta-feira (20), dois são da variante britânica do coronavírus, de acordo com autoridades de saúde.

A mutação do vírus procedente do Reino Unido já havia sido registrada em Xangai no mês passado, mas ainda não havia casos confirmados da variante na capital chinesa.

Os novos casos se concentram em Daxing, no sul de Pequim, distrito em que está localizado um dos dois aeroportos internacionais da cidade.

Para conter o avanço da Covid-19, autoridades locais determinaram um lockdown para cinco conjuntos residenciais da região, abrangendo uma área com 1,6 milhão de pessoas -menos de 10% dos 21 milhões de habitantes de Pequim.

Os moradores de Daxing deverão permanecer dentro de casa e estão proibidos de sair da capital chinesa, a menos que tenham recebido uma autorização especial das autoridades.

Reuniões com mais de 50 pessoas também foram banidas, e o governo distrital recomendou que “os casamentos deveriam ser adiados e os funerais simplificados”.

Em todo o país, a China confirmou 103 novos casos de coronavírus nesta quarta. O número total de infecções, portanto, subiu para 88.557, enquanto o de óbitos permanece inalterado em 4.635.

Previous ArticleNext Article