Pesquisadores da UFPR elaboram mapas para auxiliar buscas em Brumadinho (MG)

Redação e Assessoria


O Centro de Apoio Científico em Desastres (Cenacid), unidade especial da Universidade Federal do Paraná, elaborou mapas de capacidade destrutiva do fluxo de rejeito e lama e das direções internas de fluxo, com base nas avaliações realizadas em campo no município de Brumadinho (MG). O grupo permaneceu três dias na região afetada pelo rompimento da barragem de rejeitos.

De acordo com o líder da equipe, professor Renato Lima, são mapas emergenciais preliminares para ajudar no esforço da crise. “Os mapas são úteis para orientar a busca e salvamento e para compreender todo o processo. No futuro, servirão para prevenir tragédias como esta”, avalia. O material foi enviado ao Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Os materiais também foram entregues, em Brumadinho, para oficiais do Corpo de Bombeiros e da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

O grupo percorreu a área da barragem, coletou amostras, visitou o depósito de fluxos e conversou com moradores afetados pelo acidente.

Participaram da missão o professor da UFPR, Renato Lima; o professor da Unicamp, Jefferson Picanço; a geóloga da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil do Paraná, Fabiane Acordes; e a diretora do serviço geológico do Rio de Janeiro, Aline Freitas.

Confira os mapas elaborados pela equipe.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="591134" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]