PF desarticula esquema de lavagem de dinheiro através do contrabando de cigarros

Redação

PF desarticula esquema de lavagem de dinheiro através do contrabando de cigarros

A Operação Fabulas, deflagrada nesta quinta-feira (4), cumpre ordens judiciais em duas cidades do Paraná, e outros três Estados, para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro através da compra de imóveis de luxo com dinheiro do contrabando de cigarros.

Quinze mandados de busca e apreensão são cumpridos em Guaíra e Guaratuba, no Paraná, Itapema (SC), Goiânia (GO) e Paracatu (MG). Além disso, foi determinado o sequestro de 12 imóveis, entre eles um apartamento de lixo no litoral de Santa Catarina, e outros ainda em construção como, por exemplo, um hotel em Guaíra.

PF desarticula esquema de lavagem de dinheiro através do contrabando de cigarros (Divulgação/PF)

O total em bens imóveis já identificado soma quantia de aproximadamente R$ 16,8 milhões. Trinta e cinco pessoas tiveram o bloqueio imediato das contas bancárias. De acordo com a PF (Polícia Federal), o congelamento das contas poderá chegar a R$ 20 milhões.

A investigação, que já dura aproximadamente 18 meses, teve início após verificação de que um dos envolvidos, condenado por contrabando de cigarros e participação em organização criminosa, teve evolução patrimonial exponencial, com aquisição de um hotel, construção de casas de alto padrão, sítios, pesqueiro (de fachada) e movimentação bancária incompatível com renda declarada ao fisco.

Foram identificados pelos menos quatro apartamentos de luxo adquiridos pelo investigado, um deles avaliado em pelo menos R$ 3,4 milhões. Os investigados poderão responder pelo crime de lavagem de dinheiro, com penas que variam de 3 a 10 anos para cada ato de lavagem.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="801197" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]