PF pede prorrogação de operação que investiga terrorismo

Narley Resende


Thaissa Martiniuk, BandNews FM Curitiba

A Polícia Federal pediu nesta quinta-feira (08) prorrogação do prazo para finalizar o relatório de investigações da Operação Hashtag, que apura se brasileiros tem ligação com o grupo terrorista Estado Islâmico.

A data final para entrega dos exames periciais, segundo decisão judicial, encerraria amanhã (09). De acordo com o pedido, os peritos pedem pelo menos mais dois meses e meio para analisar os mais 150 materiais apreendidos na 1ª e 2ª fases da operação.

Entre os dias 22 de julho e 29 de agosto, a polícia analisou 52 materiais de informática que resultaram em 25 laudos de perícia criminal.

A Operação Hashtag foi deflagrada em julho deste ano e já prendeu 15 pessoas. Todos estão detidos em um presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. No dia 06 de setembro, a Polícia Federal deflagrou a 4ª fase e cumpriu dois mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é levada a prestar depoimento) e dois de busca e apreensão no Estado de São Paulo, um na capital e outro no interior paulista.

As medidas judiciais foram autorizadas pelo juiz Marcos Josegrei, titular da 14ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela condução do caso. Esta fase da operação ainda continua em sigilo, mas os envolvidos fazem parte do mesmo grupo investigado em etapas anteriores.

Previous ArticleNext Article