“Poderia ter sido bem pior”, desabafa sobrevivente de tragédia na BR 277

Jordana Martinez


Redação Paraná Portal com Ricardo Pereira / BandNewsCuritiba

“Foi coisa de cinema mesmo… pela gravidade, poderia ter sido bem pior”, desabafou o eletricista Luiz Francisco da Silva, 39 anos, que sobreviveu ao acidente deste domingo (03) na BR-277 litoral do Paraná.

Ainda impressionado com a tragédia que provocou a morte de quatro pessoas e deixou 15 feridos, ele contou detalhes do momento exato em que o caminhão-tanque invadiu a pista contrária.

“O caminhão passou direto na curva, ele não venceu a curva, veio tombando arrastando, batendo nos carros e arrastando alguns para trás. Eu estava subindo pela faixa da direita, quando vi que ele tombou e veio para o nosso lado. Eu desviei para a esquerda, aí consegui desviar do caminhão, mas o pneu step acabou soltando da carroceria e atingiu meu carro. Aí não deu para seguir viagem”, afirmou.

O eletricista ainda teve tempo de ajudar uma  família que estava presa em um carro em chamas. E confessou que teve medo do carro explodir.

“Ele estava com a família dentro do carro, pedindo ajuda. Aí eu voltei para o meu carro, peguei o extintor e fui lá ajudar a cortar um pouco as chamas para ele retirar o pessoal de lá”, revelou.

Ouça a entrevista completa:

O acidente

O caminhão carregado de etanol atravessou a pista e tombou na região de Morretes, no fim da tarde deste domingo (03). Uma explosão atingiu os outros veículos. Quatro pessoas morreram e 15 ficaram feridas. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) em Curitiba e devem ser identificados através de exame de DNA.

Homicídio culposo

O motorista que conduzia o caminhão que causou o grave acidente da BR-277 neste domingo (3), no início da noite, foi preso e deve responder por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. Ele teria dito, aos policiais, que o caminhão ficou sem freios. O motorista realizou o teste do bafômetro, que não indicou a ingestão de álcool.

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.