Presidente do TC defende diminuição das indicações políticas

Roger Pereira


No programa Entrevista Coletiva exibido pela Band Curitiba no último sábado, em parceria com o Paraná Portal, o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná defendeu mudança na atual legislação para que se diminuam as indicações políticas para o cargo de conselheiro das cortes de contas e se abram mais vagas para servidores de carreira do Tribunal. Durval Amaral disse que, na onda das grandes reformas que o Brasil demanda, deveria ser discutida uma reforma constitucional para diminuir o número de conselheiros indicados pela Assembleia Legislativa para a corte.

Durval, que é um dos conselheiros indicados pelos colegas deputados reconhece que há margens para interferências políticas nos Tribunais de Contas por conta dessas indicações, mas descarta o risco de ocorrer, no Paraná, algo semelhante ao registrado no Rio de Janeiro, quando cinco dos sete conselheiros do Tribunal de Contas fluminense foram presos em um dos desdobramentos da Operação Lava Jato.

Na entrevista, Durval também comentou sobre a análise feita pelo TCE no sistema prisional paranaense, a Operação Quadro Negro, em que um relatório de sua autoria deu origem à investigação sobre fraudes em obras de escolas públicas paranaenses, a discussão sobre a tarifa do transporte público de Curitiba e a efetividade das decisões do TCE, muitas vezes revertidas pela Justiça ou simplesmente ignoradas pelo Poder Legislativo.

Confira a íntegra da entrevista:

[insertmedia id=cJuGxe6Ina0]

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="424314" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]