Projeto atende vítimas de violência doméstica em todo o Brasil

Redação

violência doméstica projeto VIDORA psicologia Universidade Positivo

O projeto ‘VIDORA’, do curso de Psicologia da Universidade Positivo, atende vítimas da violência doméstica em todo o Brasil. Criado há três anos, as pessoas eram atendidas presencialmente, porém, com a pandemia, o atendimento foi para o virtual, abrangendo pessoas acima de 18 anos de todo o Brasil, independente do gênero ou da violência sofrida, seja psicológica, sexual ou física.

‘VIDORA’ é uma junção das siglas de ‘Violência Doméstica’ e ‘Relacionamento Abusivo’. É dado suporte psicológico para pessoas em situação de sofrimento e que precisem de ajuda da psicologia para lidar com essas questões. O acolhimento dura cerca de 50 minutos, é on-line, gratuito e realizado por estudantes do sétimo ao décimo períodos do curso de Psicologia da instituição, supervisionado pela psicóloga e professora Valéria Ghisi.

“Por ser on-line, o plantão de acolhimento tem condições de atender pessoas residentes em qualquer localidade que tenha acesso à internet e a um local com a privacidade necessária para a conversa. A internet permite que nosso serviço saia da Universidade e cause cada vez mais impacto social. Além do Paraná, já atendemos também, mulheres de outros estados, como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Bahia. Queremos atingir o público que está em busca de atendimento e não sabe onde procurar, ou não tem condições econômicas para  esse tipo de serviço”, destaca a professora.

Os atendimentos são de segunda a sexta, nos períodos da manhã, tarde e noite, e aos sábados pela manhã. Outras informações sobre o projeto e cadastro de usuários e usuárias estão no Instagram @projetovidora.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="797875" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]