Pressionado, governo da Argentina permite reabertura de shoppings em Buenos Aires

Redação

argentina, protesto, protestos, manifestações, alberto fernández, quarentena

Pressionado por diversos protestos, o governo da Argentina decidiu permitir a reabertura dos shoppings na província de Buenos Aires.

De acordo com o jornal La Nación, as medidas de restrição enfrentam resistência em várias províncias. Conforme a publicação, os 24 governadores cumprem as orientações de forma desigual.

Apesar de ter imposto uma das quarentenas mais rigorosas do mundo, o governo de Alberto Fernández não conseguiu conter a alta de casos e mortes de Covid-19. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, a Argentina é o sexto país do mundo em casos confirmados, com mais de 900 mil diagnósticos positivos.

A Casa Rosada surpreendeu no final de semana ao endurecer as medidas restritivas no interior da Argentina. A decisão deste sábado (10) mudou o rumo das ações de controle da pandemia, que caminhavam para uma maior flexibilização.

As medidas, segundo o governo, têm como objetivo frear a onda de contágio pelo coronavírus. O problema é que as restrições de circulação de pessoas têm sido adotadas desde março e abril, cansando a população.

O governador de Mendoza, por exemplo, se recusou a voltar para a fase mais restritiva do plano de contingência. Segundo Rodolfo Suárez, boa parte da economia já foi reaberta na província, assim como encontros familiares e a circulação de pessoas.

O último decreto de Alberto Fernández, assinado em 10 de outubro, impõe novas restrições e prorroga a quarentena por um período de 14 dias.

Previous ArticleNext Article