Quatro pessoas morrem soterradas em Embu das Artes; chuva provocou tragédia

Folhapress


Quatro pessoas da mesma família morreram soterradas após o desabamento de duas casas em Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo, na noite desta terça-feira (29). Outras duas pessoas estão desaparecidas. As vítimas (entre mortas e desaparecidas) são duas mulheres e quatro crianças.

Segundo os bombeiros, o desabamento ocorreu devido à chuva forte que caiu na cidade. Quarenta bombeiros estão no local procurando as pessoas desaparecidas. Quarenta casas foram interditadas por causa do risco de novos desabamentos.

Mais cedo, por volta das 18h, um homem de 56 anos morreu na cidade por causa da tempestade. Ele foi carregado pela enxurrada e caiu em um bueiro. Na capital, a chuva provocou alagamentos e o transbordamento dos córregos Morro S, no Campo Limpo, e Pirajuçara, na zona oeste, no final da tarde de terça.

A cidade ficou em estado de atenção até 20h47. Os bombeiros atenderam também 28 chamadas para quedas de árvore na capital e nas regiões de Ribeirão Pires, Guarulhos e Santa Isabel.

Na noite de segunda, uma forte chuva atingiu a capital provocando o transbordamento do córrego do córrego Perus, na praça Inácio Dias, em Perus, zona norte da capital. Com isso, ruas do bairro ficaram alagadas e a água invadiu casas. Também não houve registro de vítimas e desabrigados.

Para esta quarta-feira (30), há previsão de céu nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas ao longo de todo o dia, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A temperatura mínima deverá ser de 19ºC e a máxima, de 27ºC.

*matéria escrita pela jornalista Cristina Camargo, para a FolhaPress

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="736431" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]