Região Sul tem maior incidência de câncer no país, segundo Inca

Da BandNews CuritibaA atenção com a exposição solar deve ser redobrada principalmente nesta época do ano. Queimaduras, m..

Andreza Rossini - 27 de janeiro de 2017, 17:28

Da BandNews Curitiba

A atenção com a exposição solar deve ser redobrada principalmente nesta época do ano. Queimaduras, manchas e câncer de pele são graves consequências que podem ser evitadas no verão. Um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde e o Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostrou que os homens da Região Sul do Brasil são os mais afetados pelo câncer de pele, com mais de 138 novos casos a cada 100 mil pessoas. De acordo com a dermatologista Talita Possagno, existem pessoas mais sensíveis à radiação solar, como: crianças, idosos e pessoas com pele e olhos claros.

O uso regular de filtro solar é uma forma minimizar os efeitos prejudiciais do sol. Ele deve ser espalhado na pele de modo uniforme. Pessoas com mais sensibilidade ao sol devem se proteger através de roupas e chapéus com materiais que oferecem proteção UV -ultravioleta.

O que muitas pessoas não sabem é que o filtro solar deve ser utilizado até mesmo em dias nublados. Segundo Talita Possagno, desde o começo do ano, várias ocorrências por queimaduras no mormaço foram registradas.

O uso de produtos a base de antioxidantes também pode ser eficaz para proteger a pele. Os antioxidantes podem ser encontrados em suplementos, cosméticos ou até mesmo em determinados alimentos, como: couve, brócolis, tomate e cenoura. A insolação acontece quando há um aumento da temperatura do corpo, por causa da exposição solar exagerada.