Startup cria sistema para pagamento de dízimo no débito e crédito

Andreza Rossini


Três amigos de Dois Vizinhos, no oeste do Paraná, criaram o sistema “Dízimo Fiel” que permite o pagamento de dízimo à igrejas em cartões de crédito e débito e organiza as informações contábeis da instituição.

De acordo com um dos desenvolvedores do software, ele existe para melhorar a transparência financeira das capelas. “O proposito dessa solução é justamente para zelar pela segurança e transparência. De forma alguma foi criado com o objetivo de prejudicar ou enganar”, afirmou Marcos Leandro Nonemacher.

O sistema cadastra os dizimistas da igreja para identificação. “Pode ser reconhecido através de dados pessoais ou tag, que aponta um histórico das últimas doações da pessoa”. O pagamento pode ser feito em dinheiro e cartões de crédito ou débito. “A própria maquininha transmite para um sistema central onde pode ser acompanhado pela comunidade, o que organiza os dados contábeis, facilitando o controle, o registro e a rastreabilidade dos pagamentos”, explicou.

Segundo Nonemacher todo o valor é destinado para a instituição. “O software tem uma mensalidade que dá direito a utilização do pacote do serviço. A empresa não tem nenhum percentual do valor doado, todo o valor vai direto da adquirente do cartão para a igreja”, contou.

O sistema foi lançado em maio e é utilizado por instituições de 12 regiões brasileiras, predominantemente igrejas católicas.

“Incentiva a doação do dizimista. É muito  importante porque o colaborador sabe que colaboração vai chegar a instituição desejada, que é a paróquia”, afirmou o Cardeal Dom Raymundo Damasceno, que utiliza o sistema.

Ideia

Nonemacher  conta que ele e os amigos envolvidos no projeto realizam trabalhos voluntários na comunidades, entre eles em festas religiosas, e perceberam uma dificuldade nos pagamentos das fichas para consumo.

“Primeiro nós automatizamos esse sistema criando uma máquina de cartão de crédito que desenvolvia a ficha automaticamente. A comunidade gostou e sugeriu algo parecido para o dízimo”.

uma coisa que não comentei tanto nas outras oportunidades – nesse processo todo nós tivemos um apoio do Sebrae – estamos incubados na incubadora daqui, SUDOTEC = um apoio para iniciar o projeto e ainda recebem o apoio e vamos trabalhar para ter a sustentação do processo

 

 

 

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="450563" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]