“Tenho pessoas que cortam o meu cabelo que são negros”, diz suspeito de racismo no Mineirão

Vinicius Cordeiro



Natan Siqueira Silva, torcedor de 28 anos do Atlético Mineiro e suspeito de racismo contra um segurança do Mineirão durante o clássico contra o Cruzeiro, prestou depoimento à Polícia Civil em Belo Horizonte. Ele esteve acompanhado do irmão Adrierre Siqueira da Silva, de 37 anos e que também aparece no vídeo gravado pelo jornalista Lucas Von Dollinger, viralizado nas redes sociais.

Tentando se justificar, disse que sua postura foi deturpada e negou ter cometido crime de injúria contra o Fábio Coutinho.

“Eu tenho irmão negro, tenho pessoas que cortam o meu cabelo que são negros, amigos que são negros. Isso não foi da minha índole, pelo contrário. A forma que está circulando nas redes sociais, na imprensa, que eu dirigi a palavra a ele de ‘macaco’, de forma alguma eu falei aquilo. A palavra direcionada foi ‘palhaço’ e não ‘macaco’”, disse em entrevista nesta terça-feira (12).

Veja o vídeo, gravado pelo jornalista Lucas Von Dollinger, da confusão no Mineirão e a declaração de Natan:

 

CLÁSSICO MARCADO POR CONFUSÕES

O duelo foi recheado de tumultos. Antes da bola rolar, 76 pessoas foram detidas e cinco ficaram feridas em uma confusão na torcida do Cruzeiro. Após o final do clássico, torcedores do Atlético tentaram invadir setores reservados à torcida cruzeirense, causando ainda mais brigas.

Depois do jogo, o Atlético se pronunciou, pelas redes sociais, contra qualquer tipo de violência. Depois disso, diversos torcedores da equipe mineira pediram que o clube puna os torcedores envolvidos.

Leia a nota:

O Clube Atlético Mineiro repudia veementemente qualquer ato de violência, incluindo racismo, injúria ou ofensa moral, seja no estádio ou fora dele. As diversas imagens que circulam em redes sociais são lamentáveis e devem ser objeto de rigorosa apuração. 

O Clube se coloca à disposição das autoridades policiais, pede o máximo rigor e urgência nas investigações sobre os fatos ocorridos hoje no Mineirão

Previous ArticleNext Article