TSE diz que lentidão nos sistemas é causado por pico de acessos

Alta demanda de acessos sobrecarregou os sistemas da Justiça Eleitoral. Prazo para emissão, regularização e transferência do título termina na quarta-feira (4).

Redação - 02 de maio de 2022, 17:36

Antonio Augusto/Ascom/TSE
Antonio Augusto/Ascom/TSE

Os sistemas da Justiça Eleitoral registram lentidão nesta segunda-feira (2) devido ao alto número de acessos. O prazo para a emissão ou regularização termina na quarta-feira (4).

Em nota, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) afirma que "as áreas técnicas responsáveis já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados".

Não há prazo definido para a regularização do problema. A Justiça Eleitoral também não informou se prazos serão prorrogados caso o problema persista sem solução.

A orientação de momento é para que o eleitoral insista em horários alternativos, com menor demanda de acessos, para conseguir regularizar ou emitir o título.

TSE DIZ QUE LENTIDÃO É CAUSADA POR ACESSOS SIMULTÂNEOS

Confira a nota oficial emitida na tarde desta segunda-feira (2) pelo TSE sobre a lentidão nos sistemas da Justiça Eleitoral.

"Na tarde desta segunda-feira (2), os portais e sistemas da Justiça Eleitoral apresentaram instabilidade devido ao alto número de acessos para regularização do título de eleitor.

Termina nesta quarta (4) o prazo para que eleitoras e eleitores façam a emissão, regularização ou transferência do documento a tempo de votar nas Eleições Gerais de 2022.

As áreas técnicas responsáveis já trabalham para o restabelecimento das páginas e dos sistemas afetados."