UFPR antecipa formatura de 92 médicos formados na universidade

92 médicos formados na UFPR (Universidade Federal do Paraná) decidiram antecipar sua formatura e realizar remotamente ne..

Redação - 07 de maio de 2020, 20:43

André Filgueira
André Filgueira

92 médicos formados na UFPR (Universidade Federal do Paraná) decidiram antecipar sua formatura e realizar remotamente nesta quinta-feira (7) a colação de grau para começarem a trabalhar no sistema de saúde brasileiro.

Essa foi a turma número 150 da UFPR em 107 de história do curso de Medicina da universidade.

O Governo Federal autorizou a antecipação na formatura de médicos em todo Brasil a partir de março nos cursos de Medicina, Farmácia, Enfermagem e Fisioterapia, desde que tenham completado 75% do período de internato médico ou estágio supervisionado.

"A situação foi discutida e votada por duas vezes no colegiado do curso e a maioria dos membros decidiu que não haveria danos à sociedade em formar os alunos no final da trajetória, antes de completar totalmente o internato”, explicou o coordenador de Medicina, professor Ipojucan Calixto.

A expectativa na atuação em meio a pandemia de coronavírus é compartilhada pela médica formanda Paula Adamo. “A gente entende que nossa hora é agora, que o mundo está precisando da gente, pois os médicos farão a diferença. Então passamos por cima dos sentimentos de medo e de frustração para atuarmos junto aos demais médicos. Isso nos traz alegria”, pontuou.

Os estudantes irão realizar a colação de grau por meio do sistema de gestão de processos eletrônicos da UFPR. A celebração terá a presença do reitor Ricardo Marcelo Fonseca, que será o responsável por conduzir a cerimônia

"Esse é um momento histórico, por ser a primeira formatura virtual feita pela UFPR em mais de um século de existência e por ela acontecer por um motivo mais do que nobre: colocar novos profissionais de saúde para combater essa emergência que agora vivemos", avaliou o reitor.