UFPR não irá seguir recomendação do MEC de adotar aulas em EAD

Redação

UFPR não irá seguir recomendação do MEC de adotar aulas em EAD

A UFPR (Universidade Federal do Paraná) afirmou em suas redes sociais nesta quinta-feira (18) que não irá seguir a recomendação do MEC (Ministério da Educação) de adotar aulas a distância.

Segundo a UFPR o modelo que tem sido utilizado é o de Ensino Remoto Emergencial, que prevê um sistema semelhante ao adotado durante as férias em alguns cursos da universidade.

Mas esse método não engloba disciplinas práticas e aulas de campo, sendo que essas disciplinas ofertadas não são obrigatórias, possibilitando que os estudantes optem por realizá-las ou não.

Nesta quarta-feira (17) o MEC estendeu a autorização de aulas a distância em instituições federais de ensino superior até 31 de dezembro de 2020.

UFPR QUER AUXILIAR ESTUDANTES COM BAIXA RENDA

Além de possibilitar a escolha aos estudantes, a UFPR também está implementando um programa de inclusão digital para alunos de baixa renda.

Esse programa terá três focos de ação:

  • Empréstimo Notebook para estudantes beneficiários em situação de vulnerabilidade socioeconômica, tanto dos programas de assistência estudantil da PRAE como para estudantes não beneficiários;
  • Aquisição de Planos de Internet (auxílio de 100 reais em pecúnia de julho a dezembro) específico para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica beneficiários dos programas de assistência estudantil da PRAE (1500 auxílios);
  • Edital para aquisição de Plano de Internet (apoio de 100 reais em pecúnia de julho a dezembro) para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica que não são beneficiários dos programas da PRAE (1500 apoios).

Segundo a universidade, até o início do mês de julho serão disponibilizados mais de 1,5 mil equipamentos entre notebooks e desktops, além de 3 mil bolsas de acesso à internet.

Previous ArticleNext Article