Vacina contra coronavírus tem resultado positivo em teste inicial nos EUA

Folhapress

Coronavírus: Curitiba irá ampliar testagem em grupos de risco

A empresa de biotecnologia Moderna anunciou nesta segunda-feira (18) que testes preliminares de uma possível vacina para o novo coronavírus tiveram resultados positivos.

Oito pacientes receberam doses pequenas e médias da vacina e desenvolveram níveis de anticorpos semelhantes ou superiores aos encontrados em pacientes já recuperados da doença.

Os resultados sugerem, por ora, que a vacina desencadeia um certo nível de imunidade. Porém o resultado envolve um número pequeno de pacientes. A empresa anunciou que deve realizar novos testes em julho que podem envolver 600 pessoas.

“A fase provisória 1, embora em estágio inicial, demonstra que a vacinação com o mRNA-1273 produz uma resposta imune da mesma magnitude que a provocada por infecção natural”, disse Tal Zaks, diretor médico da Moderna, em comunicado.

A companhia afirmou que a vacina “tem potencial para prevenir a Covid-19”.

O estudo clínico é realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, onde o governo investiu US$ 500 milhões de dólares para essa potencial vacina.

Em entrevista ao jornal The Washington Post, Stephane Bancel, executivo-chefe da Moderna, disse que a empresa está contente por a “vacina ser segura”.

“A peça que foi realmente emocionante e a grande questão, é claro, foi que você pode encontrar anticorpos em pessoas em quantidades suficientes” para evitar doenças, afirmou.

A vacinação contra o coronavírus é uma prioridade global para acabar com a pandemia que deixou mais de 315.270 mortes em todo o mundo e pelo menos 4,7 milhões de casos confirmados.

Na sexta-feira passada (15), o presidente dos EUA, Donald Trump, disse esperar ter uma vacina contra o coronavírus até o final do ano.

Previous ArticleNext Article