Reino Unido pode disponibilizar vacina contra a Covid-19 antes do Natal

Redação e Agência Brasil

vacina, coronavírus, covid-19, sars-cov-2, vacina russa, rússia, paraná, sputnik

Uma vacina contra a Covid-19 pode ser disponibilizada para algumas pessoas no Reino Unido antes do Natal, mas um lançamento no início de 2021 é o mais provável.

Quem fez essa afirmação, nesta quarta-feira (28), foi Kate Bingham, que é a  responsável pela aquisição de possíveis imunizantes no país.

“Se as primeiras duas vacinas, ou qualquer uma delas, mostrarem que são seguras e eficazes, acho que há uma possibilidade de que a disponibilização da vacina comece antes do Natal. Mas se não, acho que é mais realista esperar para o início do ano que vem”, disse ela à BBC.

VACINA DA COVID-19 NO PARANÁ

O Paraná deve começar a receber vacinas contra a Covid-19 a partir de abril de 2021, segundo o secretário estadual de Saúde Beto Preto.

“Tivemos atualização com as informações vindas do Ministério da Saúde. Temos um panorama de abril a julho de 2021 para começar a receber as primeiras vacinas, seja de qual iniciativa for. O que temos até lá é continuar trabalhando para evitar contágio e diminuir a velocidade de transmissão”, afirmou Beto Preto.

Em 12 de agosto, o Governo do Paraná firmou um memorando de entendimento com o Fundo de Investimento Direto da Rússia para ampliar a cooperação técnica sobre a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Gamaleya.

Na sequência, foi assinado um termo de confidencialidade entre os envolvidos, que passaram a trocar informações e a desenvolver o protocolo de validação, a primeira etapa de todo o processo. As etapas seguintes incluem a organização e início dos testes, o registro e a produção da vacina no Paraná.

Previous ArticleNext Article