Vaticano anuncia data da canonização de Irmã Dulce

Francielly Azevedo


A data da canonização de Irmã Dulce foi definida, nesta segunda-feira (1º), pelo Papa Francisco, na Sala Clementina, no Vaticano, durante o Consistório Ordinário Público para canonização de cinco pessoas. A beata será canonizada no próximo dia 13 de outubro em uma cerimônia presidida pelo Pontífice, de acordo com informações divulgadas pelo “Vatican News”, canal oficial de comunicação da Santa Sé.

Irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil a se tornar santa. A canonização foi anunciada no último mês de maio, quando o segundo milagre atribuído a beata. Um paciente que estava cego voltou a enxergar após pedir à religiosa.

Maria Rita Lopes de Sousa Brito é conhecida como “Anjo Bom da Bahia”, ela nasceu em 1914, em Salvador. Durante sua vida, se dedicou ao trabalho social e acolhimento de pobres, moradores de rua e necessitados.

Em 1949, acolheu no galinheiro, ao lado do Convento Santo Antônio, cerca de 70 doentes recolhidos das ruas de Salvador. O primeiro milagre atribuído a ela foi em 2001, quando uma mulher após dar à luz teve um quadro grave de hemorragia e estava prestes a morrer.

OUTROS SANTOS

Além de Irmã Dulce, serão canonizados os seguintes beatos: John Henry Newman, cardeal, fundador do Oratório de São Filipe Néri na Inglaterra; Giuseppina Vannini (no século Giuditta Adelaide Agata), fundadora das Filhas de São Camilo;  Maria Teresa Chiramel Mankidiyan, fundadora da Congregação das Irmãs da Sagrada Família; e Margherita Bays, Virgem, da Ordem Terceira de São Francisco de Assis.

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="635990" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]