Vírus mais agressivo da dengue avança no país

Fernando Garcel


De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, referente ao período entre 3 de janeiro a 28 de maio, o número de casos de dengue com o sorotipo 2, o vírus mais agressivo, aumentou de 0,7% para 6,4% dos casos neste ano no país.

A maior parte dos casos foi registrada na região norte. No sul, o único estado que registrou casos do tipo mais grave foi o Rio Grande do Sul.

> Sobe para 60 o número de mortes por dengue no Paraná
> Instituto Butantã começa a testar vacina contra a dengue em todo o país

A dengue, uma das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, possui quatro sorotipos diferentes do mesmo vírus, sendo conhecidos como DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. Entre eles, o mais virulento é o DENV-2 e que pode aumentar os casos mais graves da doença e levar a óbito.

No Paraná ainda não há registro deste tipo de vírus, mas o estado vizinho, São Paulo, entre os casos positivos, 13,6% já é do DENV-2. A preocupação dos especialistas é que a população que foi infectada com o DENV-1, o tipo mais comum, seja exposta ao sorotipo 2 fazendo com que organismo apresente uma reação forte, culminando na forma hemorrágica da doença, que pode ser fatal. Entre as cidades que mais registraram casos do sorotipo 1 no país está Paranaguá, no litoral do estado, com 9.693 casos para cada 100 mil habitantes.

Previous ArticleNext Article