inauguração
Compartilhar

Curitiba ganha o Largo da China com estátua de Confúcio

Com Metro JornalFoi inaugurado no sábado (30) o Largo da China, espaço localizado na rotatória do Centro Cívico, em Curi..

Guilherme Grandi - 02 de outubro de 2017, 11:55

Rafael Greca e o embaixador da China Li Jinzhang, participam da inauguração da escultura de Confúcio no Largo da China, bairro Centro Cívico. [foto: Valdecir Galor/SMCS]
Rafael Greca e o embaixador da China Li Jinzhang, participam da inauguração da escultura de Confúcio no Largo da China, bairro Centro Cívico. [foto: Valdecir Galor/SMCS]

Com Metro Jornal

Foi inaugurado no sábado (30) o Largo da China, espaço localizado na rotatória do Centro Cívico, em Curitiba.

Com a presença do ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e do embaixador chinês no Brasil, Li Jinzhang, a abertura do espaço foi marcada pela entrega de uma estátua do filósofo chinês Confúcio (551 - 479 a.C).

A escultura, de autoria do artista Wu Weishan, foi doada pelo governo chinês para a cidade como um legado da Bienal de Curitiba, aberta no sábado, e que tem a China como país homenageado.

O embaixador da China, Li Jinzhang, disse que a escolha da escultura de Confúcio para o largo “abre uma janela ligada ao mundo espiritual e ao pensamento humanístico”. “Acredito que o Largo da China acrescentará mais uma bela paisagem à colorida Curitiba e se tornará um monumento espiritual de acesso à cultura chinesa, ao entendimento e amizade entre os dois povos”, afirmou.

Para Li Jinzhang, o novo espaço “é algo entusiasmante para o intercâmbio cultural entre os dois países e demonstra o espírito aberto, de tolerância e inclusivo da cultura brasileira”.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, disse que o Largo da China representa a aproximação cultural entre Brasil e China.