Professora paranaense emociona com depoimento sobre racismo no Rio

Mariana Ohde


Uma professora paranaense de 77 anos de idade roubou a cena neste final de semana durante a 15ª Feira Literária Internacional de Paraty (Flip), no Rio de Janeiro. Diva Guimarães é aposentada e, com suas palavras, emocionou o público na última sexta-feira (28).

Diva participava da mesa “Pele que Habito” e pegou o microfone para fazer uma pergunta durante um intervalo – só que a dúvida acabou se tornando um depoimento emocionante sobre sua trajetória e a luta contra o racismo. A mesa contava com a mediação do ator Lázaro Ramos, da jornalista portuguesa Joana Gorjão Henriques e da escritora mineira Conceição Evaristo.

A paranaense foi ovacionada várias vezes pela plateia de cerca de 500 pessoas e o vídeo, na página do festival, já tem mais de 250 mil compartilhamentos e mais de 125 mil reações. Diva chegou a dar autógrafos ao final do encontro.

Diva é formada em Educação Física e foi atleta quando jovem, mas afirma ter sido impedida de seguir carreira porque é negra. Ela trabalhou em Curitiba por 40 anos, inclusive na alfabetização de crianças e adultos, e hoje vive sozinha na capital. Esta foi a primeira vez que Diva participou da Flip.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="445133" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]