Criança pobre surpreende eletricista com exemplo de honestidade

Fernando Garcel


Um relato de honestidade e humildade viralizou na internet na última semana. Pelo Facebook, o funcionário da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel) João Neto emocionou milhares de pessoas. O eletricista de Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro do Estado, usou a rede social para contar que ao desligar a energia de uma casa devido a falta de pagamento foi surpreendido pela atitude de uma criança.

De acordo com João, o corte de energia é uma atividade comum e rotineira, mas que não gosta de fazer. “Pra mim o ‘corte’ é uma atividade desagradável, em qualquer circunstância, apesar de obrigatório, e se a família for pobrezinha é mais doído ainda: a tal atividade ‘culposa’ (sem intenção de cortar!)”, declarou o eletricista.

Foi exatamente o que aconteceu na última segunda-feira (9). Ele foi fazer o corte de energia em uma casa carente quando foi abordado por uma mulher acompanhada de três crianças descalças. Ele foi informado que o pagamento das faturas em atraso seria feito no mesmo dia e combinou com a moradora que voltaria de tarde para fazer a religação.

Antes de sair, João foi abordado pelas três crianças que pediram um real. Ele abriu a carteira e encontrou apenas uma nota de cinco reais e entregou a um dos meninos. “É pra você repartir com suas irmãzinhas”, pediu ao menino que balançou a cabeça positivamente.

No fim da tarde, João recebeu a notificação de que poderia religar a energia daquela casa. Ele conta que logo que as crianças ouviram o barulho da caminhonete saíram eufóricos pela porta. “Eu tinha o dever de devolver luz para aquela criançadinha, era, pra mim, o momento da redenção”, diz o eletricista.

Mas para a surpresa de João, a felicidade das crianças não era apenas pelo retorno da energia elétrica. “Ainda bem que você veio”, disse o menino, o mesmo que recebeu a nota de cinco reais, ao recebe-lo. Na mão, suja e suada, o garoto carregava uma nota de dois reais. “Toma seu troco!”, diz o garoto. “Naquele instante, ao me devolver 2 reais ele estava me mostrando o maior exemplo de honestidade e responsabilidade que eu já tinha visto na vida”, afirma João.

“No momento em que nosso país vive uma monstruosa crise moral, onde as instituições governamentais estão todas contaminadas pela ladroagem, rapinagem, farolagem e corrupção, me aparece um menino todo sujo e me faz crer que nosso país ainda tem jeito”, finaliza o eletricista.

A publicação de João Neto, até a tarde desta quinta-feira (19), conta com mais de 146 mil reações e 91 mil compartilhamentos.

Previous ArticleNext Article