“A exposição que ninguém queria ver” chega ao Pátio Batel

Redação


Inicia nesta terça-feira (17), no Hall do Shopping Pátio Batel, em Curitiba (PR), a mostra “A Exposição Que Ninguém Queria Ver”, que reúne seis paineis com imagens dos diagnósticos de pacientes com câncer de mama. Após uma temporada no vão do Museu Oscar Niemeyer (MON) – onde foi aberta no dia 3 –  a exposição ficará no Pátio Batel até o dia 31 de outubro.

Segundo Flávia Simas, da TIF Comunicação, uma das organizadoras a ideia foi criar uma forma diferenciada de mostrar essa realidade que atinge algumas mulheres. “A ideia foi criar uma exposição artística com quadros que, à primeira vista, trazem imagens bonitas, coloridas e com traços abstratos. Algo que atrai a atenção do público e desperte a curiosidade. São raios-X de seios de mulheres que descobriram a presença de nódulos cancerígenos. Junto com os quadros, são apresentadas as histórias das mulheres que tiveram ou têm a doença e como elas estão superando e tratando o câncer”, informa.

Entre elas está a engenheira Amerian Foss Carvalho de Jesus, 37 anos. Em parte do depoimento ela narra o drama ao descobrir a doença.  “Essa sou eu por dentro, aos 37 anos. Sonhava ser mãe. Sem conseguir engravidar, procurei tratamento.  Durante os exames para a fertilização in vitro, descobri o câncer de mama. Não podia gerar outra vida enquanto não cuidasse da minha”, diz Amerian em um trecho do texto.

A exposição conta com o apoio do Governo do Estado do Paraná, Unimed Curitiba, Big Ben, Grupo Educacional Opet, Shopping Pátio Batel, CDM-Centro de Doenças da Mama.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="460860" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]