Três cães ganham novo lar com ação no Couto Pereira; Saiba como adotar

Francielly Azevedo


Se no último domingo (24) o resultado entre Coritiba e Botafogo não foi positivo para os alviverdes dentro de campo, fora do gramado o Coxa deu um show de bola ao apoiar a adoção de animais. Ao todo, 10 cachorros do projeto de Reabilitação e Sociabilização de Cães para Adoção da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) desfilaram pela arquibancadas do Couto Pereira, três deles já ganharam um novo lar. A ação foi promovida pelo projeto sócio ambiental do clube, batizado de “Coritiba Retribui”.

 

População canina em Curitiba

De acordo com o setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba possui cerca de 457 mil animais, o que significa um cão para quatro habitantes. Destes, 40% são semidomiciliados (animais que possuem dono, mas ficam soltos na rua) e outros 3% são bichinhos sem dono.

Os números são preocupantes, a média de vida de um cão com dono, mas que vive solto é de quatro anos, enquanto os cachorros abandonados vivem metade desse período. Já um animalzinho que tem os cuidados de um tutor responsável consegue alcançar de 8 a 12 anos de vida.

 

Como adotar

Os cachorrinhos, tratados por profissionais da Clínica Veterinária Escola da PUCPR, estarão na Feira de Adoção, no dia 04 de outubro, no pátio localizado em frente à Capela Jesus Mestre e à Biblioteca Central da PUCPR. Caso alguém tenha interesse em adotar um bichinho, é só ir até o local com a documentação necessária (RG, CPF e comprovante de residência) e preencher um termo de adoção responsável.

“Nós perguntamos se a pessoa não se opõe que a gente faça uma visita dentro de 15 a 20 dias, para saber se o animal se instalou bem e se adaptou a casa”, explica Luciana Galeb, médica veterinária e doutoranda da PUCPR.

Luciana conta que todos os animais passam por processo de higiene e saúde, além de aprenderem comandos simples de comportamento. A reabilitação sanitária e comportamental tem o objetivo de aumentar a taxa de adoção.

“Todos os animais disponibilizados para adoção estão castrados, vacinados, desverminados, com controle de pulgas, tudo certo para que ele possa ser adotado de forma saudável”, destaca.

A médica reforça que adotar um animal é um ato de amor e um compromisso com a saúde pública e sociedade.

 

 

 

Bênção dos Animais de Estimação e Feira de Adoção

Data: 4 de outubro de 2017
Horário: das 10 às 16 horas
Local: Pátio localizado em frente à Capela Jesus Mestre e à Biblioteca Central da PUCPR (Rua Imaculada Conceição, 1.155 – Prado Velho). O estacionamento é pago.

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="456876" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]