Curitiba ganhará dois edifícios residenciais com nova marca de incorporadora

Redação

Incorporadora L'Espace lança dois edifícios em Curitiba

A cidade de Curitiba vai ganhar dois novos edifícios residenciais neste ano. A incorporadora L’Espace vai apresentar a sua nova marca, com assinatura dos arquitetos Marcos Bertoldi e Ângelo Bucci, que vai inaugurar uma estratégia de construção inteiramente concebida a partir das necessidades dos futuros moradores.

“Fizemos um mergulho nas pequenas rotinas das pessoas para pensar em cada centímetro quadrado dos empreendimentos”, explica o arquiteto Alexandre Dely, sócio-fundador e diretor da L´Espace.

A nova tendência teve início com a pesquisa de design “Nova forma de morar”, realizada em 2020 pela Commcepta Design, com a colaboração do etnógrafo inglês Siamack Salari e da antropóloga americana Natalie Nixon. Foram nove meses de trabalho, que envolveu várias rodadas de entrevistas qualitativas e de observação, destinadas a conhecer em profundidade o perfil do novo consumidor, que se revela menos afeito a modismos e mais atento à segurança, conforto e flexibilidade no uso do espaço de morar.

“O estudo permitiu clarificar e orientar o desenvolvimento dos empreendimentos, com foco nas pessoas e não em tendências de mercado”, observa Romeu Biscaia Machado, chief design officer da Commcepta. Os resultados também orientaram o desenho da nova marca e o reposicionamento de mercado: L’Espace – Espaços Humanos.

A escolha dos arquitetos para os novos empreendimentos considera este desejo. O curitibano Marcos Bertoldi, reconhecido pelos ousados projetos de casas, assinou pela primeira vez um edifício ao projetar o Galerie, que a L’Espace entregou em 2010, no bairro Cabral. E agora traz seu olhar – ao mesmo tempo cosmopolita e sintonizado com a cidade – para o L’Espace Verdigris, que será construído no bairro Bigorrilho.

Para o blōma, a ser erguido no Ecoville, a L´Espace foi buscar um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea paulista: o arquiteto e professor Ângelo Bucci, do escritório SBPR, cuja obra tem reconhecimento internacional e é marcada pela leveza das estruturas.

Os novos edifícios da L’Espace vão incorporar um conjunto de novidades inspiradas nas observações feitas durante as rodadas da pesquisa qualitativa. Algumas delas ganharam expressão durante o isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19, período em que as pessoas se conectaram mais com seu lar. É o caso de espaços do condomínio destinados ao delivery de produtos, em que os entregadores não precisam ter contato com os moradores nem com porteiros.

Espécie de zona livre dentro do prédio, a inovação atende a um desejo crescente das pessoas por segurança e agora também por biossegurança. Neste local, o entregador envia o produto diretamente para o apartamento do condômino por meio de um elevador monta carga.

“A pesquisa nos permite enxergar melhor como as pessoas se movimentam em seus lares, compreender seus rituais, para transformar meras funcionalidades em necessidades atendidas, tornando o produto mais desejável”, comenta Romeu.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="774278" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]