Equipamento usa água e eletricidade para eliminar coronavírus

Redação

Boletim do Conass aponta caos e mortes por covid no brasil neste sábado

Um equipamento chamado Hydro H gera a partir de água e eletricidade uma solução antimicrobiana 99,99% eficaz contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), além de fungos, bactérias e outros vírus. A ideia foi colocada em prática por um grupo de pesquisadores, médicos e empresários do Paraná.

Fabricado pela BMR Medical, empresa que atua na área de saúde, o Hydro-H é conectado a uma torneira e a uma tomada. Em apenas 15 segundos, a água é transformada em um potente produto saneante antimicrobiano altamente eficaz, que deve ser aspergido sobre superfícies para higienização. “Tecnicamente, a água passa por processos químicos e físicos que filtram, quebram sua molécula e geram hidroxila e ozônio. Não é nada novo. É a mesma tecnologia usada pelo planeta Terra para que a vida seja possível. Apenas conseguimos transformar isso em uma solução muito necessária para o novo momento da sociedade”, destaca Marcos Paulo Silva, engenheiro mecânico e proprietário da Silbra, uma das integrantes do pool de empresas responsáveis pelo projeto.

O médico Marcelo Loureiro, que hoje atua no Hospital Pilar de Curitiba, reforça a segurança do equipamento contra o coronavírus. “Apesar de tóxico para qualquer micróbio, a grande vantagem dessa tecnologia é que ela gera um produto potável e, ao mesmo tempo, altamente eficaz contra o vírus, fungos e bactérias”, exemplifica o pesquisador, que também faz parte do programa de pós-graduação de biotecnologia da Universidade Positivo e é uma das cabeças por trás do Hydro-H.

A rede de escolas Tistu, que atua na educação infantil e básica com três unidades em Curitiba, utiliza o equipamento há três meses. “Mais do que ajudar na prevenção da transmissão da Covid-19, esse equipamento nos ajudou a reduzir o custo e o risco com o manuseio e estoque de produtos de limpeza. Temos produzido a solução com o Hydro-H duas vezes ao dia e sanitizando todas as superfícies da escola e já reduzimos em 50% o gasto com materiais como detergente, água sanitária e sabão. Posso dizer, com tranquilidade, que desapareceu aquele pavor com a transmissão do vírus pela superfície”, argumenta Germano Assad, gestor da Rede Tistu.

A impressão de Germano é a mesma do infectologista Jaime Rocha, diretor da Unimed Curitiba. “Entendo que o equipamento é um avanço tecnológico muito importante porque é eficiente e totalmente sustentável. Além de não produzir resíduos, tem alta eficácia contra vírus e bactérias. Ou seja, é uma solução com alto poder sanitizante e zero efeito colateral”, ressalta Rocha.

Além de eficaz e seguro contra fungos, bactérias e vírus, o Hydro-H também é uma solução ecológica, o que lhe rendeu o selo do Green Building Council Brasil. Isso porque ele elimina o descarte de produtos de limpeza no meio ambiente, que é uma das consequências do combate ao novo coronavírus ainda pouco explorada. “É um produto muito potente, com baixíssimo custo e com uma consciência ambiental altíssima, ao substituir produtos de limpeza para sanitização em larga escala por água e energia elétrica. Conseguimos reduzir a zero o uso de produtos de limpeza nesse processo”, afirma Martinelli.

O modelo é voltado para lugares com grande fluxo de pessoas, como escolas, hospitais, clínicas, condomínios, shopping centers e aeroportos. Uma adaptação do equipamento para ambientes residenciais, com tamanho menor e custo reduzido, já está sendo estudada. O produto é comercializado pela Enlighten e pode ser adquirido a custos fixos ou mediante uma assinatura mensal.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="784706" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]