Escolas públicas vão participar de projeto de implantação de agroflorestas urbanas

Redação

projeto fará implantação de agroflorestas

As escolas públicas e instituições brasileiras vão participar de um projeto iniciado nesta quarta-feira (21) pelo Instituto Raiz Nova. A metodologia vai levar educação ambiental através da implantação de agroflorestas urbanas para produção de alimentos, associada a projetos de meliponicultura com abelhas sem ferrão.

Um projeto piloto foi desenvolvido no Colégio Estadual Euzébio da Mota, em Curitiba, onde 1,2 mil alunos e cerca de 3 mil famílias do bairro Boqueirão estão sendo impactadas. A programação inclui ações ambientais, educação financeira e capacitação em empreendedorismo, com oficinas de arte reciclada e moda sustentável.

Na escola de ensino fundamental e médio, a agrofloresta e a criação de abelhas crioulas sem ferrão foi implantada em 340 metros quadrados, com a ajuda de técnicos e agricultores voluntários. No entanto, o projeto pode ser adaptado para qualquer tamanho de terreno disponível.

A estrutura funciona, ainda, como um laboratório e extensão da sala de aula para conteúdos transversais. Também serve para o aprendizado sobre temas relacionados à sustentabilidade, como tratamento de lixo, esgotamento sanitário e saúde.

Os cursos de capacitação em empreendedorismo e gestão apontam para a possibilidade de gerar uma complementação de renda para as famílias dessas comunidades, por meio da elaboração de produtos de valor agregado gerados a partir de matéria prima produzida pela agrofloresta e a meliponicultura. A capacitação engloba a orientação profissional para o mercado, a identificação de feiras locais, e a organização da venda para a comunidade, incorporando práticas de sustentabilidade e responsabilidade social.

O instituto também oferece à comunidade cursos de artesanato com materiais reciclados, para confecção de brinquedos e instrumentos musicais, de forma a proporcionar a todos um espaço lúdico, de criatividade artística, além de formação em moda sustentável e educação financeira para crianças.

O Instituto Raiz Nova foi criado pelas empresárias Cinira Amaral Ferraz e Patrícia de Marotta, ambas com foco em empreendedorismo social, com foco para a insegurança alimentar e a degradação ambiental. Com o apoio de parceiros como o Banco Senff, os Grupos de Educadores Google Brasil e Curitiba, o Instituto Renault e o Instituto As Valquírias, o projeto terá um desenvolvimento com uma agenda nacional.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="777117" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]