Empresas paranaenses do mercado para pets têm alta no faturamento

Redação

mercado para pets alta faturamento

As empresas do Paraná que atuam no mercado para pets apresentaram alta no faturamento a considerar os últimos 18 meses. Isso é atrelado à oferta de produtos e serviços e ao pioneirismo e inovação no segmento.

De acordo com o último Censo Pet, divulgado pelo Instituto Pet Brasil, as residências do Paraná abrigam pelo menos oito milhões de animais de estimação, entre cães, gatos, aves canoras e ornamentais. Isso significa que para cada três pessoas que vivem no Paraná existem dois animais de estimação. A fatia equivale a 6% da população de pets em todo o Brasil, que soma 139,3 milhões destes bichinhos.

Os resultados contribuíram para o crescimento do setor para pets em diversas categorias e é previsto um faturamento de R$ 46,5 bilhões em 2021 no mercado nacional, de acordo com o Instituto Pet Brasil. O volume equivale a um acréscimo de 13,8% nas vendas em relação à movimentação no ano passado.

Uma das empresas que desfrutam deste bom momento é a My Pet, um pioneiro plano de assinatura mensal de cuidados veterinários, com sede em Curitiba. A empresa paranaense iniciou as atividades em novembro de 2020 e registra um crescimento acelerado, muito acima das expectativas dos idealizadores.

Nestes primeiros sete meses de atuação, My Pet cresceu 678%. Até junho de 2021, a carteira de clientes ganhou 746 vidas ativas na capital paranaense, em um total de 496 contratos. Até o final de 2021, a expectativa é crescer 1.200% e ter um volume de 1,8 mil vidas ativas somente na matriz, na capital do Paraná.

Segundo o diretor-geral do My Pet, Bruno Ferreira, os resultados mostram o quanto o serviço de plano de assinatura tem valor real e atende a uma demanda latente do segmento. “O que oferecemos tem uma aderência muito forte aos novos hábitos de consumo da população. Cada vez mais as pessoas desejam que os serviços cheguem a suas casas e estão mais preocupadas com a saúde e qualidade de vida do seu animal de estimação”, avalia.

Outra empresa curitibana e pioneira está no mercado de manipulação veterinária no país. A rede de franquias DrogaVET registrou um marco em 2020. Em dezembro, teve o maior crescimento da história, iniciada em 2004, com o incremento de 40% no número de franquias e de 28% no faturamento médio da rede. A expectativa é ampliar em 20% o faturamento este ano, na comparação com o ano passado, além de finalizar a implantação de 21 novas unidades já contratadas, completando 74 em operação até o final do ano.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="792395" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]