Startup paranaense vai exportar enxaguante bucal produzido a partir de planta medicinal

Redação

enxaguante arnica do mato

A startup paranaense Brazilian BioActives Extratos Naturais (BBA), de Francisco Beltrão, vai exportar o primeiro lote de um enxaguante bucal que é produzido a partir da planta medicinal arnica do mato. O chamado Brazilian Arnica – Q3R contém a quercetrina, será distribuído em novembro pela Amazon com 2,7 mil unidades.

A distribuição no país norte-americano é resultado do programa firmado entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Amazon.

Por ter propriedades antioxidantes, o produto é voltado para atletas e adeptos de atividades físicas. A BBA é a primeira startup incubada no Cicklo, hub de inovação da Associação Empresarial de Francisco Beltrão (ACEFB), que tem o Sebrae/PR como parceiro.

O processo para a comercialização do produto está aprovado pelo órgão competente dos Estados Unidos, a FDA – Food and Drug Administration (Agência Americana de Alimentos e Medicamentos). Além do composto, as embalagens também tiveram que ser aprovadas pela FDA.

“Já faz certo tempo que estamos no programa de internacionalização do Sebrae, aprendendo sobre desembaraço aduaneiro, logística e registro de marca, por exemplo. A parceria com a Apex e a Amazon também tem sido importante para podermos exportar o Q3R”, relata Lucas Gomes de Oliveira, um dos oito sócios da BBA e responsável pela internacionalização do produto.

Além do lote inicial programado, outros três estão em produção, com mais nove mil unidades. As cápsulas são produzidas em Curitiba, na empresa de outro sócio da BBA, Evandro Brandalizze. A intenção, porém, é montar uma estrutura em Francisco Beltrão, no sudoeste do estado.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="801028" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]