Startup lança sistema que conecta tradutores com o mercado de trabalho

Redação

startup Tradu conecta tradutores no mercado de trabalho

A startup Tradu lançou um sistema que conecta tradutores e intérpretes profissionais com o mercado de trabalho. Esse marketplace foi criado pelo curitibano Rodrigo Bonet, sócio-fundador da empresa. De acordo com ele, houve um aumento de mais de 50% na procura por traduções durante a pandemia.

Neste cenário, foi observada uma lacuna que gerou a ideia do modelo de negócio da Tradu. Executivos e profissionais estão explorando o ambiente virtual para buscar o crescimento de uma empresa e, com a pandemia, os mercados ultrapassaram fronteiras.

Rodrigo Bonet é intérprete e tradutor há mais de 20 anos. O processo de criação do sistema começou há um ano quando aceitou pelo edital da Cordel Ventures, uma aceleradora cearense que aposta em startups de tecnologia. “Por o projeto ser pioneiro neste nicho de mercado, não tivemos referência ou modelos para seguir, o que o tornou ainda mais desafiador. Construímos tudo do zero e aprendemos muito com cada passo. Os serviços de tradução e interpretação são muito específicos, com muitos detalhes envolvidos no processo. As agências de tradução ainda trabalham com o modelo antigo do negócio. A Tradu veio para ser uma força disruptiva nesse mercado”, observa Bonet.

Com investimento em torno de R$ 150 mil e um banco com mais de 100 profissionais qualificados para realizar serviços em idiomas como inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, mandarim, árabe e japonês, os serviços do marketplace da empresa podem ser contratados tanto para o on-line como off-line no site tradu.com.br, a quem deseja buscar uma pessoa responsável pela tradução/interpretação de uma situação.

Segundo um estudo do Conselho Britânico, apenas 5% da população brasileira domina o idioma inglês, que é o idioma dos negócios. Outra informação, do portal vagas.com, relata que somente 32% dos colaboradores de multinacionais dominam outro idioma, fora o português.

O algoritmo da Tradu foi projetado para parear a necessidade de tradução/interpretação de uma empresa com o profissional mais capacitado. Bonet cita como exemplo, uma empresa que precisa de um(a) intérprete para uma reunião on-line com os acionistas que estão na Europa, do ramo siderúrgico, que irá discutir assuntos bem técnicos de sua operação: “No modelo antigo, se essa reunião fosse presencial na sede da empresa, o(a) intérprete teria que ser daquela cidade, e nem sempre é fácil encontrar um(a) intérprete profissional que esteja disponível e com experiência em siderurgia e mineração. Com a Tradu, a empresa pode estar em qualquer lugar do mundo e o profissional também. A mesma coisa vale para as traduções livres e juramentadas. A tecnologia implantada no nosso marketplace está democratizando o mercado e ajudando a derrubar as limitações geográficas”.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="793418" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]