Norte e Noroeste
Compartilhar

Caminhoneiro envolvido em acidente com seis mortos não conseguiu frear

Em depoimento à polícia, o motorista do caminhão que se envolveu em um acidente que matou seis pessoas em Lunardelli, na..

Metro Jornal Maringá - 11 de maio de 2018, 10:43

Foto: Colaboração / WhatsApp
Foto: Colaboração / WhatsApp

Em depoimento à polícia, o motorista do caminhão que se envolveu em um acidente que matou seis pessoas em Lunardelli, na quarta-feira (9) à noite, disse que não conseguiu frear a tempo quando viu o grupo de motociclistas. Outras duas pessoas foram atingidas e ficaram gravemente feridas no acidente.

Segundo a Polícia Civil, o grupo de motociclistas seguia de Ivaiporã para São João do Ivaí na PR-082 quando, por volta das 21h, bateu de frente com um caminhão, que trafegava no sentido contrário.

“A Polícia Rodoviária informou que cinco motos se envolveram no acidente, porém ainda não foi possível identificar quem era condutor e quem estava na garupa”, disse o delegado-chefe da Delegacia de Ivaiporã, Gustavo Dante.

Em depoimento à polícia, ontem de manhã, o caminhoneiro de 69 anos contou que tentou frear ao perceber que uma ou duas motos invadiram a pista contrária, porém não conseguiu evitar a batida.

Em seguida, ele teria perdido o controle da direção e atingido os outros motociclistas. “Ele é um motorista experiente, com 45 anos de profissão, e sem histórico de suspensão ou cassação de CNH. Fez o exame do etilômetro, que não apontou consumo de bebida. Também contou que estava a 80km/h no momento do acidente, velocidade compatível com a via”, disse o delegado. O tacógrafo do caminhão passa por perícia.

O homem foi ouvido e liberado em seguida.

A polícia ainda pretende ouvir os dois feridos e aguarda os laudos das perícias no local do acidente para concluir o inquérito policial, no prazo de 30 dias.

Caso fique comprovado que o motorista foi imprudente, ele pode responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Os seis jovens - cinco homens e uma mulher - foram velados e sepultados na tarde desta quinta-feira (10). Cinco vítimas foram sepultadas no Cemitério Municipal de Ivaiporã. O sexto motociclista foi levado para São João do Ivaí, também no norte.

Outros dois motociclistas que estavam com o grupo continuam internados em estado grave.