Operação Lava Jato
Compartilhar

Audiências são encerradas e processo contra Cunha entra em fase final

Tábata Viapiana, CBN Curitiba A última audiência da ação penal contra o ex-deputado Eduardo Cunha foi realizada n..

Narley Resende - 22 de fevereiro de 2017, 10:28

Tábata Viapiana, CBN Curitiba 

A última audiência da ação penal contra o ex-deputado Eduardo Cunha foi realizada nesta terça-feira (21) na Justiça Federal do Paraná. O juiz Sérgio Moro interrogou a última testemunha de defesa. O ex-presidente da Câmara acompanhou a audiência. Agora, o processo entra definitivamente em fase final de julgamento, com a apresentação das alegações finais do Ministério Público Federal, da Petrobras, que é assistente de acusação, e da defesa de Cunha.

O MPF tem entre esta quarta-feira (22) e o dia 7 de março para protocolar as alegações finais. O prazo da Petrobras é entre 8 e 10 de março. Depois, é a vez da defesa do ex-deputado, que terá onze dias úteis para apresentar o documento, entre 13 e 27 de março. Em seguida, a sentença do juiz já pode ser proferida – ou seja, Moro poderá condenar ou absolver Eduardo Cunha a partir do início de abril.

O ex-presidente da Câmara está preso desde outubro do ano passado, acusado de receber propina de cinco milhões de dólares e manter o dinheiro em uma conta secreta na Suíça. Segundo o MPF, os valores foram desviados de um grande contrato da área internacional da Petrobras para exploração de petróleo em Benin, na África. Em um longo depoimento ao juiz Sérgio Moro no início do mês, Cunha negou as irregularidades e disse que nunca recebeu propina e nem manteve contas secretas no exterior.