Operação Lava Jato
Compartilhar

Cabral está ao lado de Cunha

Metro Jornal CuritibaTransferido no último sábado do Rio de Janeiro para Curitiba, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral ..

Narley Resende - 12 de dezembro de 2016, 08:53

Metro Jornal Curitiba

Transferido no último sábado do Rio de Janeiro para Curitiba, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) ficará detido preventivamente na carceragem da PF (Polícia Federal) na capital paranaense. O local já abrigou boa parte dos presos das 37 fases da Lava Jato e atualmente tem como hóspedes mais célebres o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex- -presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, além do ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antônio Palocci.

Cabral estava preso desde o último dia 17 no Complexo Penitenciário de Bangu 8, na zona Oeste do Rio, mas foi transferido devido a irregularidades nas visitas que recebeu.

Veja o despacho que determinu a tranferência de Cabral

“O referido réu está recebendo visitas e familiares em desconformidade especialmente o artigo que limita a um único credenciamento de pessoa amiga”, denunciou o promotor de Justiça do MP-RJ, André Guilherme Freitas, em ofí- cio ao juiz da 7ª Vara Federal do Rio, Marcelo Bretas, que então ordenou sua transferência.

Em Curitiba, Cabral poderá receber visitas somente às quartas-feiras, como acontece com os demais detidos desde o início da Lava Jato – salvo raras exceções.

O ex-governador do Rio é acusado de liderar um esquema que pode ter desviado R$ 220 milhões de obras do seu governo entre 2007 e 2014.