Operação Lava Jato
Compartilhar

Ex-ministro da saúde presta depoimento como testemunha de defesa de Lula

Com CBN CuritibaO ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, presta depoimento ao juiz Sérgio Moro por videoconferência na..

Mariana Ohde - 10 de fevereiro de 2017, 08:53

Com CBN Curitiba

O ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, presta depoimento ao juiz Sérgio Moro por videoconferência na manhã desta sexta-feira (10). Ele será ouvido como testemunha de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato.

Na ação penal, Lula é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões em propina através de favores pagos pela empreiteira OAS: a compra e a reforma de um triplex no Guarujá e o armazenamento de bens retirados do Palácio do Planalto ao final do segundo mandato do petista.

Alexandre Padilha foi ministro das relações institucionais durante o governo Lula. Ele é a primeira testemunha do ex-presidente a ser interrogada na Justiça Federal do Paraná. A audiência começa às 9h30 e outras quatro pessoas também vão prestar depoimento. À tarde, serão mais oito interrogatórios, incluindo jornalistas, funcionários da Petrobras e um ex-diretor da Polícia Federal.

Lula foi dispensado de comparecer às duas audiências de hoje.

Nesta quinta-feira (9), o juiz Sérgio Moro interrogou as primeiras testemunhas de defesa, incluindo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, convocado pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto. O depoimento de FHC durou cerca de uma hora. As perguntas giraram em torno do armazenamento de um acervo presidencial. FHC afirmou que é obrigatório que um presidente retire seu acervo do Palácio do Planalto ao final do mandato, mas evitou comentar possíveis irregularidades cometidas por Lula. As audiências de defesa devem seguir até pelo menos 15 de março.