Operação Lava Jato
Compartilhar

Fachin rejeita mais um pedido de liberdade de Eduardo Cunha

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou mais um pedido de liberdade do..

Andreza Rossini - 03 de março de 2017, 16:05

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou mais um pedido de liberdade do deputado cassado Eduardo Cunha.

O pedido de habeas corpus foi protocolado pela defesa em dezembro de 2016 e já havia sido rejeitado pelo ministro Teori Zavascki, então relator da operação, que morreu em um acidente de avião, em janeiro.

Os advogados do ex-deputados recorreram da decisão de Teori e Fachin utilizou os mesmos argumentos para manter a decisão: de que o STF não poderia julgar o pedido de liberdade antes de ele ter seu mérito apreciado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No mês passado, o plenário do STF rejeitou por 8 a 1 outro pedido de liberdade de Eduardo Cunha.

O ex-deputado está preso em Curitiba desde outubro do ano passado. A prisão preventiva foi decretada pelo juiz federal Sérgio Moro, no âmbito da Lava Jato. Cunha é acusado de receber R$ 5 milhões em vantagens indevidas, obtidas com a compra de um campo de petróleo pela Petrobras em Benin, na África. O dinheiro teria sido depositado em contas não declaradas na Suíça.