Operação Lava Jato
Compartilhar

Lula processa procurador da Lava Jato e pede R$ 1 milhão por danos morais

Thaissa Martiniuk/ BandNewsCuritibaA defesa do ex-presidente Lula protocolou hoje (quinta) uma ação de reparação ..

Jordana Martinez - 15 de dezembro de 2016, 18:46

Thaissa Martiniuk/ BandNewsCuritiba

A defesa do ex-presidente Lula protocolou hoje (quinta) uma ação de reparação de danos contra o procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da operação Lava Jato no Ministério Público Federal.

Na ação, os advogados pedem indenização de um milhão de reais por danos morais por causa da entrevista coletiva de 14 de setembro, em que Deltan denunciou pela primeira vez o ex-presidente Lula com uso de power point.

De acordo com os advogados, na ocasião, Dallagnol promoveu injustificáveis ataques à honra, imagem e reputação do ex-presidente, com abuso de autoridade. Na nota encaminhada à imprensa, a defesa de Lula diz que “nenhum cidadão pode receber o tratamento que foi dispensado a Lula pelo procurador da República Deltan Dallagnol, muito menos antes que haja um julgamento justo e imparcial”.

Os defensores esclarecem ainda que a mesma coletiva já é objeto de pedido de providências no Conselho Nacional do Ministério Público, ainda pendente de análise.

O fato também foi levado ao conhecimento do Comitê de Direitos Humanos da ONU. Lula também já entrou com ações contra o juiz federal Sérgio Moro e o delegado de Polícia Federal Filipe Hille Pace. Nós entramos em contato com o Ministério Público Federal mas ainda não tivemos retorno.