Operação Lava Jato
Compartilhar

Moro dá mais 15 dias para a PF concluir inquérito de Gim Argello

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, atendeu, nesta terça-feira, pedido da Polícia Federal para ..

Roger Pereira - 26 de abril de 2016, 21:33

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, atendeu, nesta terça-feira, pedido da Polícia Federal para prorrogar o prazo para conclusão do inquérito envolvendo o ex-senado Gim Argello. O prazo venceria nesta terça-feira, mas a PF alegou ser impossível concluir a instrução no período e requisitou a prorrogação por mais 15 dias, até o dia 11 de maio. O ex-senador é suspeito de receber R$ 5,35 milhões de propina de empreiteiros. Segundo as investigações, ele teria tomado dinheiro de Ricardo Pessoa, da UTC Engenharia, e de Léo Pinheiro, da OAS.

“Notório que o caso, integrante da assim denominada Operação Lava Jato, reveste-se de certa complexidade. Foram cumpridos, ainda, por ordem do Juízo Titular, e a pedido da PF e do MPF, dezenas de mandados de busca e apreensão, na data de 12 de abril de 2016, data da deflagração desta operação. Razoável, então, não ter havido tempo hábil para a análise de todo o material apreendido, conforme noticia a autoridade policial, sendo salutar a concessão do prazo adicional previsto em lei para a finalização da investigação”, decidiu Moro

Para o juiz, “apesar das provas já referidas na decisão em questão, apontando, em cognição sumária, provas de materialidade de crimes e indícios de autoria em relação ao investigado, afigura-se salutar conceder mais tempo à Polícia Federal para melhor análise do material apreendido”.