Operação Lava Jato
Compartilhar

Moro nega pedido da defesa de Lula para mudar datas de audiências

Com BandNews CuritibaO juiz federal Sérgio Moro negou um pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva..

Mariana Ohde - 09 de fevereiro de 2017, 07:54

Com BandNews Curitiba

O juiz federal Sérgio Moro negou um pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para alterar as datas das audiências das testemunhas de defesa da ação penal que ele responde na Operação Lava Jato. Os depoimentos serão retomados nesta quinta-feira (9).

O motivo para o pedido de transferência seria a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia. Em petição, os advogados do ex-presidente alegaram motivos pessoais que prejudicaram o contato de Lula com os defensores. Por conta disso, o investigado não teria tido tempo hábil para se preparar adequadamente.

Em despacho, Moro diz que, apesar do trágico e lamentável acontecimento, há diversas audiências que já foram designadas, com dezenas de testemunhas. Para Moro, há falta de amparo legal para o pedido de suspensão do processo.

O magistrado diz, ainda, que as testemunhas foram indicadas em resposta à acusação em outubro do ano passado e, portanto, já teve tempo suficiente para se preparar previamente para o procedimento. Moro ainda comenta que o ex-presidente foi dispensado de comparecer às audiências das testemunhas de defesa.

A denúncia da ação penal em questão envolve três contratos da OAS com a Petrobras, a reforma de um triplex no Guarujá, no litoral paulista, e o contrato de aluguel de um depósito para guardar bens presidenciais de Lula. O esquema de corrupção investigado teria movimentado cerca de R$ 87,5 milhões.