Cirurgia bariátrica não causou hemorragia de Maradona

Redação e Dr. Caetano Marchesini


O ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona, 58 anos, foi internado na última sexta-feira (4) com uma hemorragia digestiva. O sangramento foi descoberto após exames de rotina feitos para renovação do contrato com o time que ele comanda, o Dorados de Sinaloa, do México. Ele foi hospitalizado para realização de uma endoscopia e passa bem.

Após o seu internamento, fontes e veículos de imprensa levantaram a hipótese de que a hemorragia teria sido causada por um problema com a cirurgia bariátrica, também conhecida como redução de estômago, realizada em 2015. Porém, dificilmente e cirurgia causaria problemas como uma hemorragia três anos após a operação.

Na coluna desta semana, o cirurgião bariátrico e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (SBCBM), Dr. Caetano Marchesini, elenca diversos motivos que podem causar úlceras e hemorragias digestivas em pacientes operados ou não.

Confira:

Previous ArticleNext Article