Combater o vírus e o calote, a proposta francesa

A proposta do médico francês é, no mínimo, polêmica. Para ele, quem não tomar a vacina e precisar de tratamento médico, terá que ressarcir o governo, ou seja, os cofres públicos.

Pedro Ribeiro - 31 de janeiro de 2022, 13:05

Divulgação/Pfizer
Divulgação/Pfizer

Alceo Rizzi, jornalista

O grau de esgotamento e desfalques por doença da pandemia da nas equipes médicas e de apoio, e a ameaça de saturação de leitos de UTIs, agora também pediátrica, que ocorre com mais intensidade aqui, mas também se faz presente em outros países, leva o diretor de um Hospital francês a propor medida provocada por natural indignação e revolta. 


Ainda que polêmica e controversa aos que se negam, e mesmo estimulam outros, a não tomar vacina contra a Covid. Muitos deles criminosos que vestem jalecos e ocupam redes sociais de internet, sem mencionar os mercadores da morte que ocupam cargos de comando do país. 

O médico do francês sugere que todos os não vacinados que estão sendo internados e ocupando leitos normais ou mesmo de UTIs, sejam obrigados a pagar depois dos tratamentos, a ressarcir o sistema público de saúde de seu país pelas despesas e prejuízos causados ao Estado, e por consequência ao contribuinte. 


Proposta que pode destoar do preceito constitucional de que todos são iguais perante a lei. Mas neste caso, é meia verdade. Alguns são mais estúpidos e ignorantes, minoria acometida de congênita insanidade medieval, contraponto da razão é da Ciência. 

É essa gente que hoje ocupa mais de 90% dos leitos de UTIs no País por causa da Covid, alguns em estado grave, cujas bravuras até então de animais ensandecidos, agora se convertem em covardias diante da sombra da morte, se arrependem. 


Que sobrevivam todos! Mas deveria haver cadastro, um banco de dado específico. Para que a estupidez não seja paga com a própria vida, nem pelos outros. E os sistemas de saúde, no caso o SUS, não seja novamente submetido a esta espécie de calote.

Alceo Rizzi é jornalista e colaborador do Paraná Portal