Acordar

Renato Follador


Certa vez li um significado da palavra “acordar”. Se separarmos as sílabas, significa dar a cor.

Sim, escolher a cor do dia, da vida. O cinza da tristeza, o amarelo da luz do sol ou o verde da esperança. A emoção que escolhermos.

Quanto a tempo, existem pessoas que acordam às 6:00 da tarde. Isso mesmo!
Pela manhã caem da cama, são jogadas da cama, mas passam o dia todo dormindo.

E, acreditem, tem gente que passa a vida toda e não consegue acordar.

Eu tenho um amigo que acordou aos 56 anos de idade. Ele me disse: descobri que estou na profissão errada e não me preparei direito para a aposentadoria, apesar de tudo que você me falava.

Foi infeliz durante toda a sua vida profissional porque simplesmente não acordou. E vai continuar assim porque não se preparou.

Compreendo bem o que ele estava sentindo naquele momento, porque recebo dezenas de pessoas na mesma condição todo mês.

Agora, por mais cinzento que possa estar sendo o dia de hoje, ele tem exatamente a cor que a gente dá a ele, porque a vida tem a cor que a gente pinta.

O engraçado é que os dias são todos exclusivos, únicos. Cada dia é um novo dia. Ninguém o viveu. Ele está ali, esperando que eu e você o façamos melhor que os anteriores.

Por isso, dê a você a oportunidade de “a-cor-dar” ou dar a cor que quiser ao seu dia, ao seu futuro e usufruir do que Deus nos dá de melhor: o livre arbítrio.

 

Me siga nas redes sociais @orenatofollador e escute meus comentários nos Podcasts da apple, Deezer e Spotify.

Previous ArticleNext Article